Prefeito Samuel Cotrim diz que estragos no Parque serão consertados pela empresa responsável, pois obra ainda não foi concluída e município não terá prejuízos

thumbnail (11)

O Prefeito Samuel Cotrim esteve na manhã deste domingo, 26/09, no Parque que está sendo construído nas proximidades do Terminal Rodoviário, onde estragos foram verificados com as chuvas das últimas horas.

Falando à reportagem do Correspondente Vianopolino, Samuel disse que já havia acionado os responsáveis pela obra, a fim de que providências fossem tomadas. Segundo ele, alguma coisa aconteceu de errado, pois a água da chuva, que vem da parte alta da cidade não é para cair no lago, mas sim correr por uma canalização por fora do parque, feita especificamente para essa finalidade, mas, segundo ele, ocorreu algo errado e que será reparado pela empresa responsável pela obra.

Samuel tranquilizou a população que não haverá prejuízo para o erário público, pois a obra ainda não foi entregue.

Caberá à empresa responsável pela obra o conserto dos estragos ocorridos nas últimas horas.

8 comentários em “Prefeito Samuel Cotrim diz que estragos no Parque serão consertados pela empresa responsável, pois obra ainda não foi concluída e município não terá prejuízos

  • 26 de setembro de 2021 em 13:21
    Permalink

    É o mínimo que pode acontecer, senhor prefeito!!!, a obra tem engenheiros e uma empresa responsável, basta saber se o contrato para execução da obra, prevê garantia de estragos no caso de adventos da natureza.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 16:42
    Permalink

    Parque Santa Rita, Muita dedicação para arborizar com alunos de escolas professores pessoas ligadas ao Meio Ambiente na época ate o ministério público dedicou muito para preservação e conservação, agora ver aquilo tudo devastado e agora arrombado por chuva e incrustada e de machucar o coração de quem é consciente com a natureza . Em puros do Rio aconteceu um exemplo que deveria ser espelhado antes de ter acontecido isso em Vianópolis lá um ex prefeito resolveu fazer um lago na porta de sua casa Lago esse que nunca permaneceu cheio de água e sim coberto de lona o tempo todo essa história é verdadeira , aqui está acontecendo praticamente o mesmo , o local desse lago em Vianópolis é um local onde tinha muitas microbacias de contenção de água pois a inchurada que desce da cidade toda é muito forte e visivelmente a olho nu só não inchergou isso não sei porque , taí simplismente um comecinho do problema , mexer com a natureza e levar a resposta de Deus . Espero que esse desabafo seja postado pois não se deve esconder a realidade é a verdade .

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 16:56
    Permalink

    DEJANIR – O PROJETO INICIAL FOI ELABORADO EXATAMENTE PARA EVITAR ESTRAGO/EROSÃO CAUSADOS PELO FLUXO DA ENXURRADA QUE DESCE DESDE O BAIRRO MICHELLE. E AINDA NEM CHOVEU. IMAGINEM QUANDO VIER CHUVA MESMO. VAI MUDAR PROJETO, VAI.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 17:02
    Permalink

    Isso aconteceu prq n tinha terminado,O acampamento fica por último a chuva nem foi tão forte

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 20:02
    Permalink

    Governantes
    Me desculpem mais aqueles tanques daquela fundura tá mais pra pesque pague do que espelho d’água ,já pensou se cair alguém ali ?
    Ainda tá a tempo !

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 21:48
    Permalink

    Enquanto se faz política com construções de parques , praças, e outras mais…na educação, só cortes , cortes com professores em sala de aula, super cortes na questão dos assistentes de ensino que antes pelo menos recebiam um salário mínimo, segundo a administração agora vão ser contratados como estagiários de pedagogia e receberão bolsas de 650 reais pra trabalhar com crianças especiais …que incentivo ein!!! Mas será pq os cortes só acontecem nas escolas , enquanto a secretária de educação , lotada de funcionários que acho q nem estes sabem quais são seus cargos e que serviços devem fazer…vergonha…..

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 12:02
    Permalink

    Fora que vai virar criatório de Aedes (dengue), isto é, se não for tudo embora quando chover de verdade se vc

    Resposta
  • 28 de setembro de 2021 em 15:53
    Permalink

    Sinceramente, tanto se fala de preservação e o que vejo nessa área é simplesmente o poder do ego.
    Deveriam ter feito um projeto que realmente preservasse o local, mantendo ele mais limpo, algo que acolhesse a população e a área verde que já existia.
    Porem preferem gastar o dinheiro publico para desmatar, acabar com o ecossistema daquele determinado lugar e criar espaços ilusórios.
    Assim como vejo na maioria das cidades praças e mais praças onde a arborização não mais existe, e penso de que serve uma praça sem sombra, que criança ou adulto vai poder desfrutar dela em pleno domingo no decorrer do dia, brinquedos de metal muito quentes devido a exposição ao sol durante todo o dia, nenhuma arvore que forneça um alento.
    Hoje em dia é muito modismo e pouca serventia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *