Saneago ainda não tem previsão para normalizar abastecimento de água em Vianópolis

Após a bomba principal do sistema de captação da Saneago, no Córrego Dirceu, estragar no início da semana passada, a população de Vianópolis continua enfrentando falta d’água. E, com razão, reclama da situação e pede providências urgentes.

Após a substituição por uma bomba menor, o chefe do escritório da Saneago de Vianópolis, Valdeir Rodrigues Batista, disse que poderia, realmente, faltar água, pois o bombeamento não seria o mesmo.

Valdeir também informou que o poço artesiano perfurado próximo ao Terminal Rodoviário seria colocado em funcionamento, em breve, mas que a Enel não havia providenciado a instalação da energia elétrica no novo poço artesiano, não sendo possível, dessa maneira, interligá-lo à rede da Saneago e melhorar a capacidade de abastecimento em nossa cidade.

Falando à nossa reportagem neste domingo, Valdeir Rodrigues Batista disse que tem lutado para que o abastecimento seja normalizado. No entanto, ele depende do conserto da bomba que foi levada para Goiânia.

A previsão é que o conserto seja concluído amanhã (segunda-Feira) e tão logo chegue em nossa cidade, a bomba será instalada no sistema de captação no Córrego Dirceu. Enquanto isto, a população sofre e reclama, com muita razão.

ABAIXO, COMUNICADO DE VALDEIR POSTADO NAS REDES SOCIAIS NO ÚLTIMO SÁBADO, 10:

Boa tarde a todos,
Nós sabemos da dificuldade de ficar sem água.
Estamos trabalhando pra normalizar o abastecimento em nossa cidade.
Uma sucessão de defeitos na bomba principal que manda água pra estação de tratamento de água, está ocasionando está falta de água.
Na segunda feira está bomba deve ser montada em nossa captação.
A interligação do poço artesiano que se localiza próximo a rodoviária está pronta estamos dependendo apenas da Enel para colocar em funcionamento ( provavelmente na segunda também).
O poço artesiano que se localiza no setor Michele também está parado em manutenção que será feita na semana que vem.
Hoje:
Bomba reserva captação
25 litros por segundo.
Produção total 2,16 milhões litros/dia.

Semana que vem:

Bomba principal
31 litros por segundo
Poço rodoviária
7 litros por segundo
Poço Michele
3,45 litros por segundo
Produção total 3.56 milhões litros/dia.

2 comentários em “Saneago ainda não tem previsão para normalizar abastecimento de água em Vianópolis

  • 11 de agosto de 2019 em 21:53
    Permalink

    Calculamos q cada cidadão pague R $ 50,00 de água com população urbana de 10 mil habitantes arrecadaria R $ 5.000.000,00 mês. Uma bomba cara sem licitação custaria R $ 200.000,00. Mas vejo que o problema e q a demanda e maior q a capacidade dos córregos. Solucionaria uma construção de uma barragem

    Resposta
  • 12 de agosto de 2019 em 16:53
    Permalink

    Isso é vdd deveria ter uma barragem, mais eles não querem gastar com isso eles querem ter 100% de lucro não importando com nós que somos consumidores

    Resposta

Deixe uma resposta para eduardo moraes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *