Policia Rodoviária Estadual apreende 1,5 tonelada de droga na Rodovia Vianópolis/Luziānia

Policiais da Polícia Rodoviária Estadual apreenderam, na madrugada desta terça-feira, 26, na Rodovia Vianópolis/Luziânia, 1,5 toneladas de droga.

Ao abordarem um HB20 e um Honda/Civic e encontrarem droga no interior dos veículos, os policiais tentaram interceptar uma camioneta que passou em alta velocidade pelo Posto da Polícia Rodoviária Estadual nas proximidades do Rio Corumbá.

Ao receber ordem de parada dos policiais, o condutor da camioneta Ford/F250, onde estava mais droga, empreendeu fuga.

Dessa maneira, os policiais tiveram que efetuar disparos com armas de fogo e furar os pneus da camioneta Ford/F250.

Assim que veículo parou, o condutor empreendeu fuga por uma mata nas proximidades do Rio Corumbá.

Pouco depois, ele foi preso.

Além dele, foram presos dois casais que estavam nos veículos de passeio,

De acordo com o Tenente-Coronel Granja da Polícia Rodoviária Estadual, a droga estava vindo do Mato Grosso do Sul e seria comercializada no Distrito Federal.

O Tenente-Coronel informou que foram apreendidos 1.426 tabletes de maconha.

As cinco pessoas presas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia de Luziânia, onde foi lavrado o flagrante de tráfico de droga.

Os elementos que participaram do tráfico estadual estavam usando um rádio comunicador ilegal na frequência da Polícia Militar e monitorando as ações dos policiais de Luziânia e região.

De acordo com uma autoridade consultada por nossa reportagem, a droga apreendida está avaliada em mais de 1 milhão e 500 mil reais.

2 comentários em “Policia Rodoviária Estadual apreende 1,5 tonelada de droga na Rodovia Vianópolis/Luziānia

  • 26 de maio de 2020 em 12:14
    Permalink

    Oh glória e que prendam tds se Deus quiser
    Parabéns policiais

    Resposta
  • 27 de maio de 2020 em 10:23
    Permalink

    Mas infelizmente daqui um mês ou +++ estarão passando por aqui novamente com uma carga semelhante ou até maior!!!!! o Brasil precisa de uma justiça séria……

    Resposta

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *