Comunicado dos Colégios Americano do Brasil, Armindo Gomes e Jandira Bretas Quinan

Senhores pais ou responsáveis,

Sabemos que o presente momento não é de muitas comemorações, nem tampouco alegrias. É momento emergencial que exige de nós adaptações diárias e emergenciais em todos os setores da sociedade e na Escola não é diferente.

No sentido de darmos continuidade à Educação de nossos jovens, como é de conhecimento da maioria dos pais, estamos oferecendo “aulas remotas”, considerando que a internet, a tecnologia e a facilidade que o adolescente tem de operá-las, ainda são os nossos maiores aliados nesse momento de reclusão social.

As aulas à distância não são o futuro, mas o presente. É uma realidade que já existe faz tempo nos cursos superiores à distância. Para enfrentar esse momento de pandemia está sendo realizado o regime especial de aulas não presenciais nas Escolas da Rede Estadual para que o aluno não fique prejudicado.

Temos trabalhado também com outros recursos, tais como reuniões tecnológicas, videoconferências, aulas online através de WhatsApp, google classroon , google forms, etc, ou seja, estamos usando todos os recursos que estão ao nosso alcance para atingirmos o objetivo de garantir sucesso no processo de ensino aprendizagem nesse período de pandemia.

Notamos existir ainda muita resistência ainda em relação a essa modalidade de ensino que o momento nos impõe, porém, vale lembrar, que esse período é de adaptação não só para alunos, como também para os pais, professores, coordenadores e toda a equipe escolar.

Os alunos devem ter uma rotina de estudos compatível com o horário que frequentava a escola. Deve ter muita responsabilidade, mais atenção e principalmente, acompanhamento e aproveitamento das aulas.

Portanto, pedimos a participação dos pais nesse período não presencial. De nada adianta nos esforçarmos como professores, escola, se os pais não cobrarem dos filhos que participem das aulas online, respondendo a chamada, assistindo aos vídeos, realizando as atividades propostas em cada disciplina.

Esclarecemos que o Conselho Estadual de Educação já validou esse período, mas essa decisão só está garantida se houver a participação diária de nossos alunos.

Para terminar, vale lembrar que cada um de nós deve cumprir o papel que nos cabe para que tudo caminhe bem e para que mesmo diante do problema que estamos enfrentando, nossos alunos tenham o mínimo de prejuízo possível, e isso dependerá da parceria alunos, pais e escola.

4 comentários em “Comunicado dos Colégios Americano do Brasil, Armindo Gomes e Jandira Bretas Quinan

  • 19 de maio de 2020 em 20:20
    Permalink

    No meu consentimento pessoal é se as autoridades escolares parou para pensar que nem todo mundo tem condições financeiras diretas acessíveis as redes sociais p acompanhar ao ensino a distância aí fica minha dica!

    Resposta
  • 19 de maio de 2020 em 21:11
    Permalink

    A minha dica é que aprendam a ler e busquem se informar antes de falar besteira. Já foi dito várias vezes que quem não tem acesso a internet recebe o material na escola. Está faltando responsabilidade dos pais e alunos. Quem reclama é quem não quer ajudar os filhos em casa. Vergonhoso!

    Resposta
  • 20 de maio de 2020 em 07:37
    Permalink

    País não são professores, mas estamos juntos por amor às crianças.
    Precisamos de mais empatia, amor e parceria.
    Essa pandemia veio pra mostrar que temos que aprender a aprender, aprender a fazer, aprender a ser, aprender a conviver.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *