Prefeito Samuel Cotrim prorroga situação de emergência na saúde de Vianópolis… Retorno das aulas presenciais está indefenido

thumbnail (4)O Prefeito Samuel Cotrim, após se reunir com a Secretária Municipal de Saúde, Juliana Vitor de Freitas, e com sua assessoria jurídica, decidiu prorrogar o Decreto de nº 76, datado de 19 de abril de 2020, que implantou situação de emergência no município de Vianópolis, em decorrência do Decreto n° 9.653, de 19 de abril do mesmo ano, assinado pelo Governador Ronaldo Caiado, em razão da disseminação do novo coronavírus.

A exemplo do governador do Estado, Ronaldo Caiado, o prefeito de Vianópolis prorrogou o estado de emergência na saúde de Vianópolis por mais 6 meses, ou seja, até junho próximo.

Falando à nossa reportagem na tarde desta sexta-feira, 08, informou que quanto ao retorno das aulas presenciais nas escolas municipais, nada está definido.

Na próxima semana, Samuel e os secretários municipais de Saúde e de Educação devem ir a Goiânia, onde se encontrarão com a Secretária Estadual de Educação, Fátima Gavioli Soares Pereira.

Após esse encontro, Samuel Cotrim poderá tomar uma decisão quanto ao retorno ou não das aulas nas escolas municipais de Vianópolis.

 

7 comentários em “Prefeito Samuel Cotrim prorroga situação de emergência na saúde de Vianópolis… Retorno das aulas presenciais está indefenido

  • 9 de janeiro de 2021 em 08:13
    Permalink

    É engraçado pq você anda pela cidade e nem parece que estamos em uma pandemia, bares lotados todos sem máscara e sem preocupar nem um pouco com o próximo. Lanchonetes abarrotada de gente e tbm ninguém preocupado com ninguém aí é só falar em voltas as aulas que fica nada indefinido 😕 e ainda a dúvida se terá aulas remotas ou não!
    Então é perigoso pegar o covid só na escola? Nos supermercados, Lanchonetes e bares estão mais protegidos!?!

    Resposta
  • 9 de janeiro de 2021 em 21:28
    Permalink

    Noite de chuva,bom de fazer uma feijoada amanhã.

    Resposta
  • 10 de janeiro de 2021 em 00:04
    Permalink

    Acredito que todos estão cientes que vivenciamos um momento, relacionado a saúde, jamais visto anteriormente. E é claro que precisamos ter todos os cuidados necessários, pois está doença mata. Mas é impossível não lembrar das tantas visitas que recebemos em nossos lares no período que antecedeu a eleição para prefeito e vereadores em nossa cidade e as tantas aglomerações que aconteceram! Naquele momento nada se dizia sobre Covid. Todos fomos as urnas, cumprir com nosso direito cívico. 2021 chegou, as incertezas só aumentaram, já no início do ano me deparo com a notícia que as aulas presencias talvez não retornem, até aí compreendo, mas e as aulas remotas? Acredito que são uma possibilidade viável diante da situação que vivenciamos, espero que nosso atual prefeito eleito tome a melhor decisão em relação as aulas em nosso município, lembrando que nossas crianças tem direito a estudar , e esse é um direito protegido por lei de acordo com o artigo 53 do Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei 8069/90, sendo assim sinceramente espero que nossos representantes tomem a melhor decisão em relação ao retorno as aulas, sendo elas presenciais ou remotas. Infelizmente tenho consciência que muitas de nossas crianças não participaram das aulas remotas , mas isso não pode ser desculpa para simplesmente não ter aula, e aqueles que participaram, que se dedicaram como fica, estudaram com o objetivo de aprender , não foi por notas ou para passar de ano, quem estudou, estudou para aprender, e em minha casa e em muitas outras eu garanto que isso aconteceu. Senhor prefeito e seu dever como representante do povo incentivar o estudo entre as crianças e jovens do nosso município dando ao estudo a importância que lhe é devida.

    Resposta
  • 10 de janeiro de 2021 em 16:13
    Permalink

    Muito pertinente os comentários anteriores.
    deve haver uma preocupação legítima com a educação nas condições de planejamento do ano letivo independente de questões políticas e ideológicas.
    Assim como vemos disposição em criar parques, pistas etc. Queremos ver ações para o retorno seguro das crianças para as escolas.

    Resposta
    • 10 de janeiro de 2021 em 20:01
      Permalink

      Concordo com vc tem que pensar em uma maneira segura para as crianças voltar gradualmente para as escolas e não só pensar em parques e pistas, claro que tbm temos que cuidar da saúde mas tbm pensar na educação que direto de todas as crianças

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *