Tamanduá-bandeira é capturado pelo Corpo de Bombeiros em uma empresa de Ponte Funda

Por Olívio Lemos, com foto de Sílvio Cardoso

Na manhã deste domingo, 12, o Corpo de Bombeiros de Silvânia foi acionado para fazer a captura de um tamanduá-bandeira que se encontrava no pátio de uma empresa da localidade de Ponte Funda.

O Cabo Edmar e o Soldado Ramiro se deslocaram para Ponte Funda e capturaram o animal. Posteriormente, os integrantes do Corpo de Bombeiros soltaram o tamanduá-bandeira em uma mata da nossa região, devolvendo o mesmo para o seu habit natural.

 

NOTA DA REDAÇÃO:

O Tamanduá-Bandeira mede cerca de 2,20 metros, pesa até 45kg, tem uma cauda grande e com pelos grossos e compridos e um focinho longo. O tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) usa suas garras dianteiras para escavar vários formigueiros e cupinzeiros ao longo do dia para capturar, com sua língua extensível, até 30 mil formigas e cupins.

Essa espécie é facilmente reconhecida por sua pelagem característica, que tem uma faixa diagonal preta com bordas brancas, que se estende do peito até a metade do dorso. As patas dianteiras, que têm três garras longas, são mais claras do que as traseiras, que têm cinco garras, mais curtas.

Como se alimenta de formigas e cupins, não possui dentes. Seu olfato é aguçado, já que é a principal ferramenta para localizar suas presas. Quando encontra um formigueiro, o tamanduá-bandeira fica apenas alguns minutos no local, e logo se dirige a outra fonte de comida.

thumbnail (9)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *