Saneago orientação população a fazer uso consciente de água tratada

Relatório feito pela Saneago, a pedido do Ministério Público do Estado de Goiás, revelou que 66 cidades goianas podem ter o abastecimento de água afetado durante o período de estiagem deste ano. Dentre estas cidades, está Vianópolis.

O documento também aponta as medidas que devem ser tomadas para diminuir as consequências.

A Saneago informa que não há motivo para alarde, mas que, por se tratar de período de estiagem, a orientação é para o uso consciente das reservas domiciliares de água tratada.

Dentre as medidas a serem tomadas pela Saneago, estão a perfuração de novos poços artesianos em diversas cidades e a realização de campanhas de esclarecimento junto à população para evitar desperdícios de água tratada.

3 comentários em “Saneago orientação população a fazer uso consciente de água tratada

  • 5 de julho de 2018 em 11:48
    Permalink

    Hora que faltar dai vão correr atrás de outra fonte. Como esse ano choveu bem, esse ano está tranquilo, deixa dar um ano ruim de chuva, aí os proprietários de terras ao longo dos córregos são culpados e multados por tirar uma mangueira de água. Aí vão vir que sem outorga não pode, e a Saneago que pega toda a água e nem essa tal outorga tem???? Precisa de preservar, sem duvidas, precisa multar quem não preserva, também, agora se não chover vão multar São Pedro? Todo ano a mesma ladainha, cidade crescendo, aumenta a demanda, e cada ano chove menos, ir atrás de nova fonte não vão não. Santa Rita esquece que está decretado a morte dele com o descarte da central de tratamento de água.

    Resposta
  • 5 de julho de 2018 em 13:38
    Permalink

    A propiá prefeitura tinha que dar o exemplo, verifiquei que para aguar as plantas que estão na avenida o auxiliar do tratorista que aguá joga um turbilhão de água fora, claro tem que se aguar as plantas não resta duvidas se plantou tem que conservar e mantelas vivas, mas que esse manuseio seja feito com sabedoria e que assegurem que seja molhadas somente as plantas e não esperdicem molhando asfalto como é feito.
    Vianópolis tem que se posicionar como uma cidade consciente que a sustentabilidade é uma necessidade de implantação Mundial, comece por uma secretaria de Meio Ambiente voltada a palestras e visitando Escolas e Associações informando conscientizando fazendo parcerias recuperando nascentes e leitos devastados implantando um viveiro que realmente crie mudas de arvores nativas adequadas ao plantio de cada local acompanhando periodicamente monitorando o plantio ai sim a médio prazo acredito que já surtira efeito notório…. Meio Ambiente é vida se o foco não é Meio Ambiente o foco Futuro é a morte até das Lavouras ….. E a Palavra é Sustentabilidade e assintropia sustentável …. Acordem

    Resposta
  • 5 de julho de 2018 em 16:49
    Permalink

    Vianopolino,
    o correto não e multar quem não preserva, o que tem a fazer é cada um “cuidar do seu umbigo”, se você, eu e cada pessoa da cidade plantasse uma arvore, parasse de jogar lixo no chão, os proprietário de terras não deixasse o gado invadir as nascentes, parasse de lavar calçadas, ai sim você veria a água voltar a fluir na nossa cidade. Aqui, a MAIORIA, dos grandes fazendeiros se preocupa apenas com o algora e não ligam para o futuro, acorda gente, se vocês não cuidarem agora não haverá futuro!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *