Chuvas provocam estragos no Lago do Parque que está sendo construído próximo a Rodoviária de Vianópolis

thumbnail (11)

As chuvas que caíram nas últimas horas em Vianópolis provocaram estragos no Lago do Parque que está sendo edificado nas proximidades do Terminal Rodoviário.

Partes dos aterros, foram levadas pelas águas das chuvas.

Além disso, ocorreram estragos na calçada do parque.

O Prefeito Samuel Cotrim esteve na manhã de hoje, 26/09, verificando os estragos ocorridos e acionou o engenheiro da empresa responsável pela obra.

A obra ainda não foi concluída e, desta maneira, não recebida pela municipalidade.

20210926_101608

20210926_101803

PhotoGrid_1632666137347 20210926_103032

13 comentários em “Chuvas provocam estragos no Lago do Parque que está sendo construído próximo a Rodoviária de Vianópolis

  • 26 de setembro de 2021 em 12:01
    Permalink

    Isso que e material de primeira, obra de qualidade não aguentou nen primeiros chuviscos. Parabéns.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 13:01
    Permalink

    Pra preservar nascente minhas professoras me ensinou plantar árvores,agora aqui em Vianópolis faz é arrancar pra fazer parque,ou eu aprendi errado sei lá.

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 13:16
      Permalink

      Exatamente, mas no caso específico das nascentes do Santa Rita, que são muitas alí, já existia a mata, bastava preservar.
      Argumentos de que os bandidos se beneficiavam da mata pra intentar seus projetos, é cômico, quem disse que bandido depende de um pequeno bosque para lograr êxito?
      O planeta está secando, se não preservarmos as nascentes, de nada adianta a chuva.
      🌲🌳🌴🌵🌧🌧🌧🌧🌊🌊🌊💧💧💧

      Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 13:25
    Permalink

    Isso já estava previstos, pq quando passamos por lá e pessoal trabalhando só de ver as coisas que eles estão construindo da pra ver que vai estragar, agora imagina foi só a primeira chuva, imagina quando estiver cheio kkkk.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 14:57
    Permalink

    Xiii mal começou o período de chuva.
    Já está assim.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 17:24
    Permalink

    Verdade, Dejanir. Vianópolis na contramão do mundo. Só destruindo a natureza. Desde o governo passado e continua neste. Engraçado, parece piada, que no dia da árvore fizeram distribuição de mudas de árvores que vão demorar anos pra crescerem; então pq não conservaram as que tínhamos pra fazerem o que fizeram? Como as que eles cortaram na praça 19 de agosto, as que existiam na praça João Mesquita, coqueiros da rua 15 de novembro, árvore da praça da Vila Michele( quando morador do setor questionou o corte disseram que sujavam muito o chão e que iam cortar o Ipê que existe lá tb) e por último como o Dejanir citou o assassinato da nossa reserva nas nascentes do córrego Santa Rita. É pra chorar.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 17:32
    Permalink

    Pra mim quando tinha aquelas árvores, bambuzal pé de pequi e outras árvores, eram bem melhor, mas derrubaram, fazer o que né!?

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 20:51
    Permalink

    * Fui criticado , chamado de leigo no assunto quando opinei contra a construção neste local . Só lembrando , levei meus ex alunos ali e plantamos mudas , e expliquei a eles importância da preservação das nascentes . Nas …

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 22:16
    Permalink

    Infelizmente isso era de se esperar. Eu sou engenheiro civil especialista em estrutras, passei no local e verifiquei vários erros dessa obra.

    1 – Falta de captação de águas pluviais em ruas próximas e adjacentes ao local do parque.
    2 – Nivelamento de Aterro. O aterro que foi feito não tem geometria adequada, e nem altura suficiente, o mesmo está com diferença de cota, ou seja, está inclinado pro lado de baixo, e isso afeta a estabilidade do aterro e sua eficiencia. Do jeito que está nao consegue conter o volume de água do proprio espelho d’agua mais a sobrecarga oriunda das precipitações (água da chuva).
    3 – Controle de compactaçao do aterro. Não vi nenhum ensaio de compactação do aterro, e como não posso afirmar sobre, não sei como o fiscal de obra aprovou essa execução. Se é que tem fiscal atuando. Contrato vigente com a prefeitura tem (400/2021 – BASE ENGENHARIA).
    4 – Impermeabilização do Aterro – Camada de material que evita que a água infiltre lateralmente pelo aterro. Pode ser solo cimento ou argila. Só grama não adianta. A grama enrijece o aterro mais nao o torna impermeável.
    5 – Falta de drenagem suficiente.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 22:35
    Permalink

    Sinceramente: até parece ter boa vontade em fazer obras mas a qualidade dos serviços prestados é uma verdadeira piada, não sei si pode afirmar econômia em verbas destinadas, ou falta de profissionalismo ou os dois juntos… brincadeira. tava na cara que daria nisso como em outras obras feitas…

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 01:06
    Permalink

    É só o começo imagina até o fim do mandato.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 21:49
    Permalink

    Weverson, boa noite. Não se traba de boa vontade, se trata de dever do poder executivo em fazer obras e benfeitorias para a cidade, pois este é papel do representante da população e que foi escolhido através do voto democrático. O mérito de conseguir a verba para uma obra desse porte é mérito do prefeito, que através de contatos políticos, ele consegue emendas estaduais e federais. Como é dificil de se conseguir uma verba dessas, e o dinheoro realmente cair na conta, penso eu que o representante através dele própio ou através do seu corpo técnico, deveria ter mais energia pra garantir um qualidade boa e colocar uma equipe especializada para execução dos serviços. A grosso modo, ouso em dizer que se houvesse mais carinho para com o bem estar social a “coisa” iria acontecer, pois fazer de má qualidade só desperdiça a verba, enche bolso de quem nao tá nem aí pra cidade (geralmente os empreiteros e construtoras, e que na maioria são de fora da cidade, o que aproveita da cidade é mão de obra barata). Eu trabalho com obras públicas e sei do alto índice de abandono e desistência de empreitos nesse tipo de obra. Mais é claro, nosso municipio tem capacidade pra fazer do jeito certo, basta colocar gente pra garantir uma boa qualidade de projeto, fiscalização acirrada, e acompanhamento do responsável técnico. Até que no papel temos, um contrato vigente com certa empresa que faz assessoria de engenharia pra prefeitura, logo pergunto e indago a todos os que leêm esse comentário, está de fato funcionando ?????? Ou está sendo negligenciado ? Prefiro nao responder pra evitar comentarios dizendo que sou suspeito de falar. Venho aqui apenas relatar oque foi visto e presenciado, isso é um dever meu como profissional, cumprimir meu juramento. Não faço aqui nenhuma crítica de cunho político, e sim de teor técnico.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *